Rede municipal contará com professores dedicados ao autismo

RESENDE

Professores da rede municipal de ensino passarão por uma formação sobre o Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD) na parceria entre a Secretaria de Educação e a Associação dos Amigos dos Autistas de Resende (Amar), com o objetivo de capacitar os profissionais que trabalham com alunos autistas. As instruções serão realizadas ainda neste semestre e segundo a secretária municipal de Educação, Rosaly de Azevedo, o curso está em fase de implantação e visa trabalhar as várias possibilidades para um atendimento educacional especializado e de qualidade.  “Além disso, queremos aprimorar e desenvolver atividades que contribuam para o conhecimento deste transtorno entre os professores da rede para melhorar o atendimento a esses alunos”.

A parceria foi oficializada durante uma reunião entre representantes da Secretaria de Educação e da Associação dos Amigos dos Autistas de Resende, no último dia 4. Na ocasião, o assunto foi considerado como uma grande conquista para todas as famílias resendenses, que há anos almejavam ter seus filhos autistas alfabetizados e inclusos dentro da educação especial.

Aproximadamente 50 educadores deve participar da formação, que será realizada em local ainda a ser definido. Ela será ministrada por profissionais da Associação dos Amigos do Autista de São Paulo, especializados neste tipo de qualificação. O curso será divido em nove módulos que trabalharão os temas “Relation Play”, uma técnica de movimentos que desenvolvem a comunicação, autoconfiança e alegria dos movimentos e “PEP-R” (Perfil Psicoeducacional Revisado), um instrumento de avaliação voltado para crianças com autismo e com outros distúrbios de desenvolvimento, que ajuda a avaliar os comportamentos que comprometem o aprendizado.

No cronograma estarão ainda temas relacionados à atividade física; alfabetização e matemática; ensino estruturado; ensinando a brincar e a jogar, promovendo o desenvolvimento de pessoas com autismo; Síndrome de Asperger (um tipo de TGB); atividades básicas da vida diária e tratamento para seletividade e recusa alimentar de pessoas com autismo e desenvolvimento atípico.

SALA DE RECURSOS

A prefeitura já oferece uma atenção especial para os alunos autistas. A Secretaria Municipal de Educação implantou uma sala de recursos voltada para o atendimento educacional especializado ao estudante autista. A sala foi implantada na Escola Abrahão Hermano Ribenboim (Cidade Alegria). Atualmente estão incluídos nas escolas da rede municipal de ensino oito estudantes autistas. A Sala de Recursos Especializada atende quatro alunos, e tem a capacidade para atender oito.

Os autistas são atendidos no contraturno (período alternado ao horário das aulas regulares) por uma profissional especializada no programa TEACCH (Treatment and Education of Autistic and Related Communication Handicapped Children), um programa especial de educação direcionado para as necessidades individuais de aprendizado da criança autista.

O dia 2 de abril é considerado o Dia Mundial de Conscientização do Autista e a pedido da Associação dos Amigos dos Autistas de Resende, a prefeitura iluminou com a cor azul monumentos da cidade, como a Caixa D’água do Alto dos Passos, a Praça da Bandeira (Trenzinho), em Campos Elíseos e o Monumento à Bíblia, na Praça da Concórdia, no Centro. O azul foi definido como a cor símbolo do autismo, pois o transtorno atinge mais meninos do que meninas.

 

Fonte: A voz da cidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s