Google participa em estudo para entender causas genéticas do autismo

Diário Digital – 18/12/14

O Google comprometeu-se com uma causa nobre, que poderá ajudar a entender um problema que atinge tantas famílias pelo mundo. A empresa vai ajudar a analisar o genoma humano para tentar encontrar pistas para as causas genéticas do autismo.

O anúncio foi feito pelo grupo Autism Speaks, que defende os portadores deste transtorno. Segundo o comunicado, o Google sequenciará o genoma de 10 mil pessoas dentro do espectro do autismo e dos seus familiares. Em seguida, analisará e indexará as informações.
Estes dados serão transferidos para pesquisadores, que poderão “caçar” as variações de ADN que podem indicar as origens do autismo.
O projecto deverá utilizar o Google Genomics, ferramenta lançada há alguns meses na plataforma de nuvem da empresa. Pelo facto de o sequenciamento genético se ter tornado muito barato nos últimos anos, é possível concluir o projecto com o custo de apenas 2,5 mil dólares.
Não será a primeira vez que o Google se aventura no ramo de saúde e medicina. A empresa já enveredou em pesquisas contra a doença de Parkinson e o cancro, mas o sequenciamento genético é algo que tem mais a ver com as raízes tecnológicas da empresa.
Afinal de contas, a companhia tornou-se notável por conseguir reconhecer padrões no caos que é a Internet, e agora está a usar essa habilidade para tentar transformar a complicação que é a genética humana em informação útil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s